Google+ Followers

quarta-feira, 4 de junho de 2014

Pequenas dicas pra uma boa foto!

Salve salve guerreiros,

Quem acompanha o blog ou me segue nas redes sociais, sabe que eu me amarro em fazer fotos das minhas miniaturas.  Ao contrário do que alguns imaginam, não tenho um estúdio, nem equipamentos de iluminação e muito menos uma câmera profissional.

Percebi que muitos colecionadores compartilham da vontade de fazer belas fotografias  dos seus tesouros, então decidi fazer esse post pra ver se eu contribuo com meus fiéis leitores!

Miniaturas do Lopes orgulhosamente apresenta:

Pequenas dicas, para uma boa foto!

 - Ajuste sua câmera! - 

Cada câmera possui suas particularidades.

Aos poucos, fui tentando achar a melhor regulagem pra minha humilde máquina, afim de obter melhores fotos das peças. O ideal é testar várias configurações! Fuçar em tudo mesmo pra achar a maneira ideal de programar a câmera pra que ela capte as imagens da maneira que você imaginou.
Particularmente, não uso flash. Procuro iluminar os modelos com um spot de luz (falo sobre isso mais abaixo) pois 90% das fotos que eu faço são em ambientes internos, como meu quarto ou a sala da minha casa, e as fotos não ficam legais com o flash, já que eu aproximo bastante a câmera do meu objetivo.

Por falar nisso, é fundamental que a função MACRO esteja acionada. Na maioria das máquinas ela é representada por uma florzinha. Ative essa função! Ela serve pra tirar fotos de pertinho, com detalhes.  Creio que esse procedimento seja essencial!

No mais, vá testando o foco, iluminação, contraste... Bata bastante fotos e depois confira o resultado, comparando umas com as outras. Assim você vai ajustando seu equipamento de acordo com as suas preferências.
- Iluminação é fundamental! - 

A luz pode mudar completamente o visual de uma foto, tornando-a muito mais atraente e com um aspecto profissional.

A solução que eu encontrei foi usar um spot de luz. Eu uso essas luminárias de mesa, bem comuns e fáceis de encontrar em qualquer loja de eletrônica.

Mais uma vez, a ideia é ir brincando com a iluminação, até achar a luz ideal para seu objetivo.
- Tripé: Uma mão na roda! - 

Ao tentar obter imagens muito próximas, qualquer tremidinha arregaça com a foto! As câmeras mais sofisticadas até conseguem corrigir isso, mas como não é o caso da minha máquina, consegui obter melhores resultados usando tripés para estabilizar o equipamento, deixando o mais firme, facilitando a captura da imagem e possibilitando destacar os mínimos detalhes da figura.

Eu uso esses três modelos:
Esses tripés são padrão. Servem na maioria das câmeras e são vendidos bem baratos nesses sites chineses. Foi lá que eu comprei os meus. Mas você os encontra também no Mercado Livre ou em lojas especializadas em fotografia. Vale muito a pena ter um! Pra mim é um dos pontos mais importantes desse post.

- O cenário da foto:  Abuse da criatividade! - 

O grande diferencial de foto uma pode ser a composição do ambiente. Não gosto que a imagem seja toda bem produzida e lá no fundo apareça um monte de roupas sujas ou aquela toalha de mesa da sua vovozinha!

Pra fazer fotos com fundo chapado, minha solução foi comprar um pacote de folhas A4, tipo Chamex mesmo, das mais diversas cores. Em qualquer papelaria você as encontra.Tenho umas 15 cores diferentes, e vou variando de acordo com o que eu quero fotografar.
Passo uma fita crepe de leve, fixo a folha de papel na parede, armário ou onde for necessário, ajusto a câmera pra fechar só naquele fundo e mando bala!
É legal também usar revistas, objetos, embalagens das miniaturas... O que sua criatividade mandar! O importante é que o background da imagem não estrague aquela foto que você pretende registrar.

- O toque final! -

Depois de capturada, pode ser que a foto precise de alguns ajustes, como cortar as bordas, dar uma melhorada no contraste ou até mesmo adicionar uma legenda.

Editores de imagem, como o poderoso Photoshop fazem maravilhas na sua foto, melhorando bastante o resultado final. Não sabe mexer no Photoshop? Existem vários editores on-line bem simples, que te permite adicionar filtros, efeitos, legendas, molduras e várias bagaças em poucos cliques.

Photoscape, Picasa e Pixlr são alguns exemplos. Ótimos editores pra quem quer se familiarizar com tratamento de imagem sem necessidade de ter experiência no assunto.
Enfim... Eu não sou fotógrafo e nem possuo um equipamento ideal pra tirar fotos profissionais, mas com jeitinho e paciência, fui chegando perto do resultado que eu queria, fazendo muitas experiências e batendo 50 fotos pra poder salvar uma!

Espero ter contribuído de alguma maneira com você colecionador, que assim como eu, fica fissurado pra compartilhar com a galera a última aquisição da coleção ou aquela miniatura super-rara!

Fotógrafos de plantão, amadores e profissionais: Não se acanhem! Critiquem, opinem e se puder, mandem umas dicas interessantes pra que possamos obter belas fotos, valorizando cada vez mais nossas suadas coleções!

No mais, é isso aí!

Obrigado pela visita!

Saudações!

7 comentários:

  1. Olá Gui,

    Bacana demais sua matéria ainda mais por ver que você torce para o maior de minas.

    Abraços

    ResponderExcluir
  2. Show de bola a matéria Guilherme. Ótimas dicas. Devagarinho a gente chega lá. O negócio é paciência.
    Valeu e grande abraço.

    ResponderExcluir
  3. "e as fotos não ficam legais com o flash"

    Não ficam mesmo.

    Sua fotos são sempre ótimas. Coisa profissional mesmo! Não tenho paciência para tanto. Geralmente, tiro a foto de qualquer jeito e tasco lá no blogue.

    Cara, esse "com e sem flash" ficou bacana demais! :-) Foi postar lá no Facebook.

    ResponderExcluir
  4. Ótimas dicas, Lopes!
    Apesar de fotógrafo amador, o resultado do seu trabalho é bem profissional.
    Parabéns!

    ResponderExcluir